A Psicoterapia Individual aplicada à criança e ao adolescente é um processo focado no desenvolvimento e compreensão emocional.

No que corresponde à Psicoterapia Infantil, ou terapia lúdica, as crianças precisam de um ambiente seguro que lhes propicie as ferramentas adequadas para crescerem saudáveis e preparadas para as mais diversas situações e sentimentos, como frustração, tristeza, ansiedade, raiva, conflitos familiares, dificuldades escolares e dificuldades de socialização, entre outros.

Geralmente as crianças não conseguem se expressar verbalmente, por isso é importante acessar o lúdico para trabalharmos questões emocionais e familiares.

As sessões, então, se desenvolvem por meio de brincadeiras e fantasias, que são capazes de simbolizar e expressar no “faz de conta” aquilo que não conseguem racionalizar e expressar oralmente. É realizado um trabalho em conjunto com a família e/ou escola, pois compreendemos que este é o elo essencial para o desenvolvimento saudável na infância. É bastante difícil alcançarmos um resultado sem a participação ativa da família no processo. Os pais, ou cuidadores, são peça fundamental durante todo o tratamento, devendo assumir parte da responsabilidade na melhora do quadro da criança. Assim, além das sessões com a criança, são realizadas sessões apenas com os pais e outras com os pais junto da criança.

A Psicoterapia Individual aplicada à Adolescentes objetiva facilitar a comunicação, promovendo um espaço de escuta qualificada para o jovem que apresenta tantos questionamentos e dúvidas nesta fase de novos desafios. É o momento da vida em que o adolescente “reconstrói” a relação com os pais e onde ele estabelece novas ligações individuais, como amizade e namoro, sendo, ao mesmo tempo, uma fase de transformações físicas, emocionais e intelectuais.

O processo terapêutico ocorre sempre em profundo respeito pela individualidade do jovem, procurando dar também respostas às preocupações dos pais.